• Débora Vitti

JARDIM VERTICAL: Como Ter Em Sua Casa!

Atualizado: 1 de Out de 2019


A parede verde está muito em alta de um tempo para cá e muitos almejam ter em casa. De alguma forma, conseguimos trazer essa oportunidade para dentro de casas e apartamentos pequenos e sem muito custo. A matéria de hoje, vai abranger algumas das possíveis estruturas e possibilidades para um jardim vertical, tanto de forma econômica quanto as mais personalizadas.

Fonte: Jardins Verticais Residenciais E Corporativos.

As mais conhecidas usam estruturas com cachepots, podendo ser visíveis ou não. Existem as opções de painéis com cachepots fixados em uma estrutura principal, geralmente na tonalidade preta para “sumir” conforme recebe a vegetação. Dessa forma, a planta cresce e esconde toda a estrutura.

Fonte: A Floricultura

Esse sistema de parede verde, em alguns casos, possui um espaçador na parte de traz que não permite a passagem da água para a parede e, consequentemente, não exige impermeabilização (necessário consultar com cada fabricante).

Além disso, neste tipo de estrutura, é possível criar um sistema de irrigação, podendo ser automatizado ou não, que permite a rega constante da vegetação baseado nas necessidades diárias, facilitando o cultivo das plantas e mantendo sua elegância.

Fonte: Acervo Pessoal.

Uma outra opção, são peças individuais com vãos que se encaixam e formam uma espécie de muro para receber vegetação. Neste caso, dependendo da vegetação escolhida, a estrutura fica aparente, podendo ser polietileno, concreto, entre outras existentes no mercado.

Fonte: Neorex.

Um modelo de rápida instalação são os painéis hidropônicos. Composto por uma estrutura de malha própria para este fim, ela é elaborada com bolsos para o encaixe das plantas, apenas com a raiz e o substrato. Conforme a vegetação se desenvolve, ela encobre esse painel e se transforma em um jardim vertical incrível!

Fonte: Nossa Engenharia.

Sua fixação é feita com suportes presos na parede, onde o painel é conectado em pequenos encaixes, permitindo fácil manutenção e instalação. Sua irrigação é feita por um sistema de gotejamento, na maioria dos modelos.

fonte: Vertical Garden.

Um modelo muito interessante e versátil são as estruturas, geralmente de madeira, de ripados com vasos e cachepots suspensos. Elas permitem flexibilização, uso de cores nos vasinhos e maior diversidades de plantas.

Fonte: Casa e Jardim.

Podem ser distribuídos na parede ou formarem um painel único. É necessário se atentar com a parede em que serão fixados, já que a rega pode encharcar a superfície e resultar em infiltração, fungos, tricas e até danificar a estrutura da edificação. Esses modelos podem ser feitos de forma rápida e também contar com um sistema de irrigação.

As paredes verdes também podem ser concebidas com trepadeiras, criando um efeito natural sensacional! Algumas espécies são mais fechadas e agarradas, exigindo muito pouca manutenção e preenchendo todo o espaço. Já aquelas mais espalhadas, necessitam ser podadas (opcional) para manter o visual limpo de uma parede verde, usadas em áreas externas e quando o espaço é reduzido.

Fonte: Tua Casa.

No mercado, já podemos encontrar soluções que não exigem manutenção. O revestimento natural de musgo de origem escandinava permite o mesmo efeito de uma parede verde, só que mais compacta. Podem ser usados em ambientes internos e ficam lindas!

Fonte: Condomínios Verdes.

Uma outra alternativa para quem não quer se preocupa em cuidar das plantas e nem instalar um sistema automatizado de irrigação, são os jardins verticais com plantas artificiais. Existem vários modelos no mercado, desde as plásticas, até as mais reais e com folhas desidratas e preservadas.

Fonte: Svetlana.

É possível encontrar também, paredes verdes de grama artificial. Dependendo da qualidade das placas e quando escolhido o local e contexto apropriado, o resultado fica ótimo!

Fonte: Thais Costa – Casa Cor.

Existe uma gama de espécies que podem ser usadas para as paredes verdes. É necessário analisar se as plantas ficarão em ambiente interno ou externo, se receberão luz solar direta ou indireta e claro, o gosto e estilo de cada cliente! Os designs são ilimitados, combinando texturas, formas, volumes e cores, cada um com uma expressão e sensação diferente e incrível! É muito importante a ação de um paisagista nesta hora, o qual irá colher todos os dados necessários e capturar a personalidade e sonho do cliente expressando em uma arte incrível com plantas!

Fonte: Tua Casa.

Uma consideração muito importante para as paredes verdes, é o cuidado com o excesso de água da irrigação. Dependendo do sistema usado, não há preocupação, já que a estrutura faz o processo de mensurar a quantidade necessária, sem desperdícios. Já aqueles que não contam com esse sistema, é preciso muito cuidado com infiltrações, vazamentos e poças de água em lugares sensíveis.

Diante de todas essas alternativas e considerações, o mais indicado é contar com a ajuda de um especialista para realizar seu sonho sem futuras complicações! A THACO. PAISAGISMO terá prazer em fazer parte dessa realização e possibilitar as vantagens de ter vegetação em casa!

Débora Vitti é Arquiteta Paisagista da THACO. PAISAGISMO e se você quer entrar em contato com ela, solicitar um orçamento, tirar dúvidas e saber mais sobre nossos serviços, clique aqui!

#PAISAGISMO #PAISAGEM #NATUREZA #PLANTAS #VEGETAÇÃO #vegetaçãodentrodecasa #projetopaisagistico #paredeverde #jardimvertical #paredecomplantas #decoraçãocomplantas #bemestar #paisagismoresidencial #paisagismoresidencial

195 visualizações
  • Facebook THACO.
  • Instagram da THACO.
  • Pinterest THACO.
  • THACO. no youtube
Escritório de arquitetura THACO.

© 2018 by THACO. Marketing