• Zahra Hedjazi

TURQUIA: CULTURA, ARQUITETURA E URBANISMO EM SÉRIE - cap.1 CONHECENDO ISTAMBUL

Atualizado: 15 de Out de 2019


Por anos convivi com o fato de nunca ter saído da América. Sempre priorizado trabalho e abrindo mão das férias, decidi antes de iniciar um novo projeto, fazer uma viagem, que representasse um marco em mim vida. Confesso a minha queda por lugares exóticos, mas a obrigação de ser arquiteta e nunca ter visitado a Europa, sempre fez minha cabeça.

Este ano decidi quebrar a “seca” das viagens e escolhi um destino surpreendente. A Turquia me encantou desde o primeiro instante, quando descobri que em Istambul, eu poderia no mesmo dia visitar a Europa e a Ásia. Obviamente o primeiro destino foi Istambul.

Ponte Estaiada que liga a Turquia Européia à Turquia Asiática

IMAGEM: KIM INTERNACIONAL MAGAZINE

Intitulada como Patrimônio Mundial da Unesco em 1958 e Nomeada como Capital Europeia da Cultura em 2010, a Istambul é banhada de belezas naturais, que harmonicamente são contrastadas ao desenvolvimento urbano e a grandiosas obras. O hábito de mega projetos e respeito às paisagens está enraizado na cultura desse povo, que desde a época do Império Otomano, surpreende pela atmosfera rara, natural e desenvolvida.

Istambul é refletida pelas águas do Cifre de Ouro e suas muralhas históricas, o Estreito de Bósforo, o Mar de Mármara e o Magnífico Egeu. Num clima romântico de cruzeiros a beira mar, Istambul dá show de exemplo na malha urbana de transportes. É possível conhecer a cidade por automóvel, através de avenidas bem estruturadas com canteiros impecáveis, passar pelas grandes pontes que ligam os continentes ou até mesmo optar por passar pelo Túnel mais profundo de sua categoria, com 16km de extensão, sendo 1,4km por baixo do mar e com 56m de profundidade.

Turquia Europeia x Turquia Asiática e suas ligações

O Sistema intermodal funciona perfeitamente. Toda a malha metroviária se interliga à ferroviária e rodoviária, seja subterrânea ou em superfície.

Metrô em perfeito estado, extremamente limpo e com preservação dos seus acabamentos.

Sistema de Transporte intermodal – Prefeitura de Istambul

Jardins por toda extensão urbana da cidade. Tubulações de irrigação fazem parte de todo e qualquer projeto de jardinagem.

Isso quer dizer que, não existe verde sem flores. Isso mesmo!!! Por todo o canto nos deliciamos com cores e aromas indescritíveis. Porque onde não tem corrupção e violência, não há desvio de dinheiro público e nem vandalismo. Não vi uma parede pixada e nenhum monumento quebrado.

Canteiros limpos, pedestres respeitam e não cruzam sobre a grama.

Ônibus Turísticos seguem roteiros com saídas de 30 em 30 minutos e garantes paradas e todos os pontos turísticos da cidade. Em todas as rotas é possível andar na parte superior do Ônibus que transborda de paisagens inesquecíveis.

Roteiro Big Bus – Rota Vermelha x Rota Azul

Big Bus em suas aradas turísticas.

Os taxis estão por toda parte são mais baratos que Uber. O único problema é que quase nenhum dele fala inglês. Mas eles estão por toda parte. Tratam bem o turista, mas não deixam de fumar dentro do carro. O interessante é que na parte do carona existe sempre um adesivo de “é proibido fumar”. Parece que essa restrição não se aplica ao motorista do taxi. Eles também não se esforçam para carregar as malas dos clientes. Um sistema de self-service mantem a estrutura engessada, mas como são baratos, ainda sim valem a pena.

Também é possível andar na parte histórica de bondes e ônibus elétricos ultramodernos, todos com ar condicionado. Todas as paradas são garantidas. Imagine um bonde passando pela 25 de março sem atropelar ninguém. Isso mesmo! Ninguém compete com os ônibus elétricos e respeitam, e muito, a sinalização de pedestre.

Bondes do Centro Histórico - Eminönü

Mas o mais incrível é o passeio no Bósforo, que hoje também funciona como meio de transporte comum e barato intercontinental. O translado oferece diversos serviços a bordo para turistas, como festas, almoços e jantares inesquecíveis sob a paisagem de um mar que não sai dos meus pensamentos.

Passeios nos barcos tradicionais pelo Estreito de Bósforo

Vista do mar para a Torre de Gálata

IMAGEM: ZARPO.COM.BR

Cruzeiro sob Estreito de Bósforo

Barcos e Balsas no Porto de Istambul

E assim iniciei a minha viagem. Traçando rotas, caminhos e roteiros nos meus 5 dias de Istambul. Perdi o medo e descobri que como arquiteta e urbanista, a graça estava exatamente na aventura de desbravar uma cidade desenvolvida e sua malha urbana. Sem dúvida, tive certeza que anos-luz ainda são necessárias ao Brasil.

No próximo post, falarei sobre dos pontos históricos e suas belezas arquitetônicas e culturais.

Até breve!

#istambul #viagem #turquia #arquitetura #cultura #urbanismo #zahracosta

162 visualizações
  • Facebook THACO.
  • Instagram da THACO.
  • Pinterest THACO.
  • THACO. no youtube
Escritório de arquitetura THACO.

© 2018 by THACO. Marketing