• THACO. A&A

FACULDADE x REALIDADE NA ARQUITETURA


Está pensando em cursar Arquitetura? Ou já está na reta final do curso? Então este post é para você!

Fui convidada pela THACO. para escrever sobre este tema, já que estou finalizando meu curso e – finalmente – recebendo meu diploma de arquiteta! Espero representar com este texto alguns dos estudantes que estejam nesta mesma fase.

Saiba um pouquinho como é a transição entre a faculdade e a realidade na vida de um quase arquiteto.

PERMISSIVIDADE X REALIDADE

Ao ingressar na faculdade, estamos cheios de sonhos e perspectivas sobre o futuro, o que será aprendido, qual área de atuação é mais a nossa “cara”, como ingressar no mercado de trabalho, e por aí vai.

Durante os anos da graduação, vivemos uma fase onde tudo é possível no projeto: a verba “do cliente” é infinita, a estrutura suporta a edificação, a elétrica não terá problema em atravessar aquele pilar (cheio de ferragens e concreto) entre os circuitos, a hidráulica vai conseguir transpassar o cano de água pelo projeto inteiro sem uma lógica concreta, o paisagismo vai sobreviver ao sol direto ou à falta dele, até mesmo o solo sempre será o idel (Rsrsrs!).

Ou seja, mesmo com um planejamento projetual, na faculdade muita coisa acaba se tornando permissível, até pelo fato de não haver detalhamento de todos os sistemas constituintes no edifício, o que foge da realidade.

Quando estamos no mercado de trabalho, no meu caso os estágios por onde passei, todos os componentes arquitetônicos que fazem parte de um projeto real, demandam viabilidade e detalhamento, para que não haja complicações na obra e nem custos adicionais.

A ESCALA DO PROJETO NA FACULDADE E SUA VANTAGEM

Os projetos produzidos para as disciplinas de arquitetura abrangem um setor fora do contexto da maioria dos escritórios nacionais, e consequentemente dos estágios. Na faculdade, são elaborados museus, grandes auditórios, complexos habitacionais coletivos, restruturação viária e/ou urbana, parques, hotéis, terminais, escolas; em geral, projetos de grande porte e pouco detalhado.

Ou seja, a universidade dá possibilidade aos alunos uma visão de projeto dos quais muitos só irão ver na faculdade, e é nesse momento que o futuro arquiteto deve escolher entre a experimentação ou a comodidade.

Todas as pesquisas de referências em livros, sites, revistas; as buscas sobre inovações; as matérias oferecidas na faculdade; as críticas e os acertos que foram nos passado pelos professores, são as experiências vividas nos anos da graduação, as quais irão se transformar em conhecimento e destreza para poder solucionar situações do cotidiano. Esta é a fase em que é possível pesquisar, tentar e errar.

Na vida profissional, a escala projetual é diminuta (no sentido do porte do projeto), mas o encargo é ainda maior, e por isso, é importante ter esta bagagem de experimentação. Em resumo, com ela ficará mais evidente perceber o que é inviável e o que pode ser implementado. É neste momento que as matérias de história da arte, conforto ambiental e técnicas construtivas tornam parte do cotidiano.

Projeto Faculdade

PROCESSO DOS PROJETOS

Quando elaboramos um projeto acadêmico, focamos na problemática (provavelmente gentrificação ou carência de equipamento) e idealizamos um projeto arquitetônico (em determinados casos, paisagístico e urbanístico). Ou seja, estudamos a região, os acessos, a insolação e inclinação, para arquitetar um edifício que solucione as dificuldades em questão; expondo em uma planta baixa de alvenaria, caminhos, aberturas, layout básico e volumetria representativa em software 3D. Por fim, detalhamos minimamente sistemas mais elaborados do projeto, tais como escoamento de água da chuva, sistema estrutural genérico e técnicas construtivas que necessitam de uma compreensão maior.

Projeto Faculdade

Em um projeto real, o procedimento é outro. O estudo é direcionado em uma pessoa ou família, buscando atender aos interesses e necessidades dos mesmos. Para isso, além das características pessoais, são analisados terreno, orçamento, custo/benefício, insolação e demais peculiaridades locais. É arquitetado um projeto com detalhamento de todos os itens que farão parte da construção, desde elementos demolidos, até esquadrias, granitos, iluminação, elétrica, hidráulica, mobiliário, paginação, entre outros; são feitas imagens de maquetes 3D, orçamentos e memoriais, afim de validar a funcionalidade da construção e facilitar a compreensão do engenheiro, da mão-de-obra, dos fornecedores e dos clientes.

Projeto para Família real


CONCLUINDO

Projeto x Obra

Discussão de Detalhes

A faculdade e a realidade podem ser representadas de formas diferentes, mas sua essência permanece.

O que nos é ensinado no curso de Arquitetura reflete em como seremos como profissionais, através de nossos valores e nossos objetivos; através de nossas habilidades e preocupações, despertando a personalidade de cada estudante como arquiteto. Isto cria o diferencial do profissional ao ingressar nos projetos reais, desenvolvendo sua marca e sua história.

A realidade aperfeiçoa a originalidade e as peculiaridades, educa e instrui para o melhor.

Ao ingressar no mercado de trabalho, as responsabilidades e preocupações são intensificadas. O que antes era relacionado ao resultado das disciplinas ao final do semestre, agora se direciona em prazo de entrega, comprometimento, aperfeiçoamento; em satisfação do cliente, crescimento e reconhecimento profissional.

Parece muito? Não quando você faz o que ama.

Ver o sonho da faculdade se concretizando em projetos reais, é o maior objetivo dos futuros arquitetos.

Débora Vitti é estagiária na THACO. seu amor pelo que faz, sua curiosidade e vontade de aprender e crescer, faz da THACO. um escritório melhor e feliz pela equipe que tem! Quer enviar mensagem para a Débora? É só CLICAR AQUI que ela responderá para você.

#faculdade #arquitetura

64 visualizações
  • Facebook THACO.
  • Instagram da THACO.
  • Pinterest THACO.
  • THACO. no youtube
Escritório de arquitetura THACO.

© 2018 by THACO. Marketing