• Débora Vitti

10 DICAS DE CUIDADO PARA SEU JARDIM.

Atualizado: 1 de Out de 2019


Uma dúvida bem comum que surge quando o assunto é sobre plantas, é a quantidade ideal de água e o melhor local para plantio ou para deixar o vaso, já que perderam muitas plantas e ficam com aquela sensação de que “não tenho ‘dom’ para jardim”.

Bom, não vou te falar que existe uma receita mágica que você nunca mais vai matar uma planta na vida, já que cada uma tem sua facilidade ou não de adaptação e são suscetíveis a doenças e pragas. MAS, com essas dicas que vou te passar, vai ficar muito mais fácil cultivar um jardim ou até ter uma “Urban Jungle” no apartamento!

Fonte: Instagram Urban Jungle Blog.

Dica 1 – Quando Regar.

Você já deve ter visto isso em vários lugares, mas a melhor forma de saber quando regar sua planta é tocando o solo. Não tem forma mais eficaz de não afogar a planta do que dar uma afundadinha do dedo no substrato e sentir se o solo está seco ou úmido. Se estiver seco, é só regar!

Fonte: Arte Decor.

Dica 2 – Quanto Regar.

O melhor é regar um montão de uma só vez na semana do que um pouquinho por dia. Em caso de jardins, regue até criar uma pocinha no entorno da planta, que será absorvido pela terra. Já para vasos, regue até sair água pelos furinhos no fundo. O que nos leva a dica 3!

Fonte: Top Buzz.

Dica 3 – Furos no Fundo do Vaso.

Plantas em vasos exigem um furo no fundo! Isso é muito importante, já que água empoçada irá encharcar as raízes, que irão apodrecer e deixar a planta suscetível a doenças.

Para vasos internos, o mais recomendado é leva-los para a área externa para não fazer sujeira de terra molhada no piso. Quando são grandes, o ideal é optar por rodízios que facilitam a movimentação e não vedam o fundo do vaso impedindo a saída da água.

Fonte: Casa e Jardim.

Dica 4 – Em Qual Horário Regar.

O recomendado é regar de manhãzinha, e se não for possível nesse período, opte pelo final da tarde. Períodos de muito sol, entre 10 da manhã até 16 da tarde, fazem com que a evaporação seja mais forte por causa do calor e a absorção da água por parte da planta menor. Já no período após as 18 horas, é quando as plantas diminuem sua atividade de absorção e fotossíntese e, dessa forma, não usam a água da rega, fazendo com que ela fique empoçada e suscetível a doenças.

Fonte: Entenda Antes.

Dica 5 – Plantas de Solo Arenoso.

É importante, ao escolher uma espécie, procurar saber quais as características dela e suas preferências. Uma planta que prefere sol, não vai se desenvolver muito bem em um local de sombra, e vice e versa. O mesmo acontece com uma planta que prefere solo arenoso (com maior quantidade de areia na composição, ou seja, partículas maiores) ou argiloso. Isso, interfere em quanto a água ficará mantida no solo ou será escoada para baixo da terra ou final do vaso.

Fonte: Tua Casa.

Dica 6 – Camada Drenante.

Outra característica importante para plantio em vasos, é a camada drenante. Usar argila expandida, pedaços de isopor, pedras no fundo, permite que a água não fique em contato com a raiz e saia pelos furinhos do vaso, como comentado na Dica 3.

Fonte: THACO. PAISAGISMO.

Dica 7 – Evaporação.

Além daquilo que foi falado na Dica 4, quando a superfície do solo ou do vaso entorno da planta não possui uma camada de proteção, a água da rega evapora com muito mais facilidade pelos raios solares baterem diretamente na terra, fazendo com que a rega não seja tão eficaz. Para isso não acontecer, use casca de pinus, seixos rolados, palhinha de arroz ou grama seca, entre outras diversas possibilidades de cobertura existente nas lojas especializadas. Além de diminuir a evaporação, essa camada previne a planta de pegar pragas.

Fonte: Casa e Jardim.

Dica 8 – Dimensão do Vaso.

Muitas vezes, sua planta está estagnada, sem crescer e ficar esbelta apenas porque ela percebeu que não tem mais por onde crescer. A dimensão do vaso influencia muito em seu crescimento e, quando suas raízes não têm mais para onde ir, ela para seu desenvolvimento. Então vale a pena, em alguns anos, observar as raízes das plantas e trocá-las de vaso. O mesmo vale para casos em que o jardim está com muitas plantas próximas umas das outras.

Fonte: Decoist.

Dica 9 – Adubo, Arejamento e Poda.

Estes são outros fatores que influenciam muito no desenvolvimento da planta e devem ser feitos periodicamente.

O adubo é o alimento da planta. Quando vamos fazer um novo plantio, compramos substrato na loja e colocamos um montão entorno do torrão, dando todo o alimento necessário para a planta. Bom, com o tempo ele acaba e, por isso, devemos adubar os vasos e jardins. Existem adubos orgânicos que podemos fazer em casa (tortas de mamona, farinha de ossos, húmus, entre outros) e aqueles comprados em mercado como o 10-10-10 (Nitrogênio, Fósforo e Potássio), os especializados para determinada espécie, como orquídeas, rosas, gramas e outros diversos existentes. (Vou falar mais sobre adubo em um próximo post).

Fonte: Pinterest.

O arejamento nada mais é que movimentar o solo em que a planta está (calma, que isso não é arrancar suas raízes do lugar). Fazer furos nas laterais da raiz, movimentar o solo delicadamente, permite que o solo descompacte e a oxigenação seja aumentada, bem como a circulação da água. Isso é essencial para a planta!

E a poda, além daquelas de formação, é necessário fazer a de limpeza. Ou seja, remover falhos e folhas secas, doentes e, como o nome da já diz, dar uma limpada no geral. Esse tipo de poda é fundamental para novos brotos, frutos e desenvolvimento da planta.

Fonte: Decor Fácil.

Dica 10 – Adaptação.

Uma outra dica que passa despercebido, mas que influencia muito no desenvolvimento da planta é a forma como é feita a adaptação ao novo local. Quando compramos uma plantinha ou levamos um vasinho para casa, nos informamos sobre a insolação da espécie (sol pleno, meia sombra ou sombra) e já colocamos ela direto no local que achamos ideal. Porém, nem sempre a planta de sol está recebendo 7 horas de sol direto e por isso, quando colocamos ela nessa condição (mesmo sendo sua preferência), ela acaba sofrendo.

Ué, e agora? Bem, o ideal é analisar a situação em que a planta está no Garden Center e tentar reproduzir o mesmo na sua casa, e então, ir levando ela aos poucos para o local indicado para a espécie. Parece complicado, mas não é! Para uma planta de sol pleno, coloque ela em um local que receba poucas horas de insolação direta e aos poucos leve ela totalmente para fora. Em caso de plantas de sombra, vá levando ela aos poucos para perto da janela, assim ela irá se adaptar mais facilmente ao novo lar. O mesmo acontece com plantas compradas em mercados onde recebem luz artificial o tempo todo e nenhuma luz natural. Quando levadas em outra condição, elas sofrem com a mudança brusca e acabam não se desenvolvendo corretamente.

Aaah, e não se esqueça, plantas de sombra não é breu! Elas precisam de bastante luminosidade natural, sem receber o sol direto. Ou seja, próximo a janela é o local ideal!

Fonte: HGTV.

Com o tempo, essas dicas acabam ficando automáticas para amantes de plantas. No começo, é normal que algumas não sobrevivam, mas ao aplicar essas dicas e continuar testando e entendendo o que a planta está “dizendo”, seu jardim ficará esbelto! Repare nas folhas, no solo, no caule e no crescimento da planta. Uma mudança de cor, uma folha murcha, pontinhos pela planta, tudo isso representa alguma coisa para esses seres vivos, e nós, devemos observar atentamente o que ela está querendo nos dizer.

Confira abaixo uma ilustração de alguns sinais que a planta está te dando de que algo está errado!

Fonte: THACO. PAISAGISMO.

Fique atento!Converse com as plantas enquanto rega, observe bem cada pedacinho dela, passe a mão pelas folhas e sinta seu jardim! Isso é fundamental para se conectar com a natureza e ter lindas plantas em sua casa!

E se precisar de uma mãozinha, a THACO. PAISAGISMO está aqui para você e suas plantinhas.

Débora Vitti é Arquiteta Paisagista da THACO. PAISAGISMO e se você quer entrar em contato com ela, solicitar um orçamento, tirar dúvidas e saber mais sobre nossos serviços, clique aqui!

#jardim #jardimcomvasos #vaso #plantas #plantasemcasa #cuidadoscomojardim #comocuidardojardim #jardinagem #paisagismo #rega #adaptaçãodasplantas #adaptação #solpleno #sol #meiasombra #sombra #plantasdesol #comoregar #comoregarojardim

48 visualizações
  • Facebook THACO.
  • Instagram da THACO.
  • Pinterest THACO.
  • THACO. no youtube
Escritório de arquitetura THACO.

© 2018 by THACO. Marketing